Veículo de Combate de Infantaria "Marder"

País Origem:Alemanha
Construtor: Henschel
Função: Veículo de Combate de Infantaria
Peso em Vazio: 29 t
Peso em Combate: 32 t
Comprimento: 6,79m
Largura: 3,24m
Altura: 2,98m
Tripulação: 2+7 Homens
Velocidade Máxima: 75Km/h
Velocidade em terreno irregular: 30Km/h
Motor: MTU MB833 Ea-500 Potência: 600 cv
Autonomia: 520Km

Canhões
- 1 x Canhão automático Rheinmetall MK 20 Rh202 de 20 mm lançador de granada MILAN anti-tanque
- Metralhadora MG3 de 7.62 mm
Blindagem
- 25 mm máximo

Alemanha

O Marder é um veículo de combate de infantaria do exército da Alemanha Ocidental, é o armamento principal da Panzergrenadier (denominação para a infantaria mecanizada na Alemanha, Suíça e Áustria). Desenvolvido nos anos 1970 o Marder é um veículo da Guerra Fria, que ainda está em operação na Bundeswehr após a Reunificação Alemã.

A viatura esteve em produção entre 1970 e 1975. Desde essa altura o Marder tem vindo a ser testado como plataforma para vários tipos de veículos mas apenas uma entrou em produção, a versão radar.

As séries conhecidas deste veículo são as seguintes:
  • Marder-1 A1(+) : Canhão de dupla alimentação, sistema de intensificação de imagem e pontaria térmica.
  • Marder 1 A1(-) : Igual ao anterior mas sem sistema de pontaria térmica.
  • Marder 1 A1A : Modernizado em várias áreas (blindagem, sistema de armas, mas sem alteração no sistema de visão nocturna)
  • Marder 1 A2 : Novo chassis e nova suspensão.
  • Marder 1 A3 : Upgrade para as versões mais antigas, incluindo nova blindagem modular e um novo arranjo nas escotilhas superiores.
  • O Marder serviu também de base para o sistema anti-aéreo Roland.

  • Marder IFVO Marder é uma evolução lógica das tácticas alemãs, que já tinham começado a estudar a colaboração entre viaturas de infantaria e blindados, durante a II guerra mundial. Ele foi o primeiro veículo de combate de infanteria moderno a ter entrado ao serviço de um exército ocidental e foi a primeira resposta ao aparecimento do BMP-1 do exército soviético.

    Pensado para transportar tropas, o Marder deu à infantaria uma protecção blindada muito superior à de veículos como o M113, e foi equipado com uma torre armada com um canhão de 25mm, além de sistemas de visão nocturna.

    A partir de 2010 o "Marder" começou a ser substituído pelo Puma. 410 unidades foram aprovados pelo Bundestag em 2007

    Sem comentários:

    Enviar um comentário